//
arquivos

Automação de bibliotecas

Esta tag está associada a 6 posts

El potencial del software libre em la gestión de información em bibliotecas.

SÁNCHEZ, Juan Manuel Zurita. El potencial del software libre em la gestión de información em bibliotecas. Em Questão, Porto Alegre, v.16, n. 1, p. 95-111, jan./jun. 2010. Disponível em < seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/10974/8738 >  Acesso em: 20 dez. 2012.

Resumen:

El presente artículo expone los fundamentos éticos y  tecnológicos que dieron origen al movimiento del software libre, así como la relación que este movimiento  guarda con el mundo  de las bibliotecas y el manejo de información digital. A su vez presenta algunas de las aplicaciones  más populares  de software  libre que existen para la gestión de información en bibliotecas, a fin de mostrar los alcances y posibilidades que dichas aplicaciones tienen en la creación de sistemas de información  a bajo costo, acordes con el ideal de un ciberespacio público.

Palabras clave: Softwarelibre. Libre acceso a la información. Gestión bibliotecaria.

Informatização de bibliotecas: a realidade nigeriana

OBASEKI, Tony Ikponmwosa. Informatização de bibliotecas: a realidade nigeriana. BJIS, Marília, v.5, n.1, p.63-72, jan./jun. 2011. Disponível em: <http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/514>. Acesso em: 26 abr. 2012.

Resumo
Este artigo apresenta uma visão ontológica do conceito de informatização de bibliotecas em uma perspectiva global. O artigo não somente apresenta uma radiografia dos processos envolvidos com a informatização de bibliotecas, mas também fornece uma visão para os vantajosos resultados que essa tendência traz, no que tange a erradicação do analfabetismo, bem como na promoção do desenvolvimento educacional, por meio do uso eficiente das bibliotecas, especialmente entre os países em desenvolvimento. Novas competências em relação à informatização de bibliotecas têm aumentado o prestígio/moral dos bibliotecários, criação de novos empregos e nova divisão de trabalho etc., além de tratar dos obstáculos existentes quando da informatização de bibliotecas. No entanto, esse contexto é uma bomba relógio global concreta, uma vez que enfatiza o fato de a informatização provocar uma lacuna universal ao desenvolvimento educacional no mundo entre os países mais desenvolvidos tecnologicamente e os outros menos desenvolvidos.

Palavras-Chave: Informatização de Bibliotecas; Informação Globalizada; Analfabetismo; Desenvolvimento Educacional; Países em Desenvolvimento. Nigéria.

Reengenharia em bibliotecas

LEAL, Janaina. Reengenharia em bibliotecas. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 8, n. 1, p. 12-20, jul./dez. 2010. Disponível em: <http://www.sbu.unicamp.br/seer/ojs/viewarticle.php?id=262&layout=abstract>. Acesso em: 26 out. 2010.

Resumo
Fala da rápida e frenética transformação que vem ocorrendo no mundo da ciência da informação. Compreende biblioteca como uma organização. Discute a questão referente à reengenharia em bibliotecas. Mostra a importância de tal processo e o quão minucioso é sua execução. Observa que no atual contexto biblioteconômico, reengenharia é a palavra–chave e que esse esforço necessita de um criterioso trabalho diagnóstico de avaliação e planejamento. Explica o processo e as etapas para a realização da reengenharia nas funções biblioteconômicas, realizado nesse tipo de sistema de informação. Descreve as funções dedicadas a operação do funcionamento de bibliotecas. Esclarece alguns pontos conceituais sobre a necessidade e a importância de se avaliar e planejar no decorrer da execução desse esforço.

Palavras-chave: Reengenharia. Administração de bibliotecas. Bibliotecas – planejamento. Bibliotecas – avaliação. Bibliotecas – diagnóstico. Bibliotecas – organização.

Automação: a inserção da biblioteca na tecnologia da informação


MARQUES, Anielma Maria Rodrigues; PRUDÊNCIO, Ricardo Bastos Cavalcante. Automação: a inserção da biblioteca na tecnologia da informação. Biblionline, João Pessoa, v. 5, n. 1-2, 2009. Disponível em: < http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/biblio/article/view/3944/3109 > Acesso em: 08 mar. 2010.

Resumo
A tecnologia da informação tem contribuído para a existência de uma grande variedade de softwares para automação de bibliotecas no mercado brasileiro: gratuitos, livres, comerciais, especializados, para grandes ou pequenos acervos. Neste contexto, o uso de um destes programas torna-se imprescindível para que haja uma efetiva inserção da biblioteca na tecnologia da informação. Esta pesquisa busca demonstrar, a partir da proposta para um método de escolha de software de automação de bibliotecas, a necessidade da escolha de um programa que se adéqüe melhor às necessidades específicas do centro de informação, utilizando para tal fim recursos avaliativos disponíveis na literatura especializada na área de biblioteconomia.
Palavras-chave: Automação de bibliotecas; Software para automação de bibliotecas; Avaliação de software; Tecnologia da informação.

Avaliação do catálogo em linha da biblioteca do CESUR


GUSMÃO, A.O.M et al. Avaliação do catálogo em linha da biblioteca do CESUR. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.14, n.1, p.277-287, jan./jun., 2009. Disponível em: <http://www.acbsc.org.br/revista/ojs/include/getdoc.php?id=1356&article=385&mode=pdf>. Acesso em: 13 mar. 2009.

Resumo: Avalia a usabilidade do catálogo em linha da Biblioteca do CESUR sob o ponto de vista dos usuários e utiliza questionários como instrumento de coleta de dados. Os resultados indicam que 97% dos entrevistados conheciam o catálogo em linha da Biblioteca e que 86% dos entrevistados receberam treinamento para utilizarem o mesmo. Dentre os usuários que sabiam utilizar o catálogo em linha, 93% também o acessavam de pontos externos à Biblioteca. Verifica-se também que 92% dos usuários estavam satisfeitos ou muito satisfeitos com o catálogo e com a diversidade de estratégias de pesquisa oferecidas pelo mesmo.

Palavras-chave: 1. Catálogo em linha. 2. Biblioteca universitária. 3. Usabilidade.

Automação e gestão de acervos através da digitalização e do software winisis: relato de experiência

BORSOI, Claudete. Automação e gestão de acervos através da digitalização e do software winisis: relato de experiência. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.14, n.1, p.238-252, jan./jun., 2009. Disponível em: <http://www.acbsc.org.br/revista/ojs/include/getdoc.php?id=1344&article=376&mode=pdf>. Acesso em: 13 mar. 2009.

Resumo: Neste texto são relatadas as atividades de digitalização dos documentos do acervo do Laboratório de Pesquisa em Endodontia da Universidade Federal de Santa Catarina e do desenvolvimento da base de dados com o software CDS_ISIS for Windows, na versão Winisis. O objetivo do estágio está voltado à automação do acervo e dos serviços oferecidos no arquivo deste laboratório e a migração dos documentos do formato impresso para o digital como forma de propiciar a preservação e disponibilização das informações de valia aos usuários. A metodologia adotada envolve a seleção dos documentos, o desenvolvimento da base de dados, a conversão e a indexação dos documentos digitalizados na base de dados implementada.

Palavras-chave: Automação de acervo – arquivo. Gestão de documento digital – arquivo. Digitalização de documento. Preservação de documento. Base de dados – Winisis.

Entradas recentes

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Bibliotecário Biblioterapia Catalogação Cientometria Classificação Competência informacional Competência informacional (“information literacy”) Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 309 outros seguidores