//
você está lendo...
DataGramaZero

Biblioteca itinerante: quando o cidadão não vai à biblioteca, ela vai até o cidadão

TABOSA, Hamilton Rodrigues; PEREIRA, Fábio de Oliveira. Biblioteca itinerante: quando o cidadão não vai à biblioteca, ela vai até o cidadão. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 13, n. 4, ago. 2012. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/ago12/Art_06.htm>. Acesso em: 9 set. 2012

Resumo
O objetivo geral deste estudo foi investigar o papel das bibliotecas itinerantes, também chamadas de volantes ou circulantes, na formação de leitores na capital cearense, especificamente o serviço de biblioteca itinerante da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel, a maior biblioteca pública do Estado do Ceará. A metodologia escolhida foi a pesquisa quali-quantitativa de cunho exploratório-investigativo. O referencial teórico teve por base os estudos de Feitosa (1998), Costa (2000, 2005), Dumont (1990, 1995, 2006), dentre outros, e enfocou a importância da biblioteca circulante para a promoção das práticas de leitura. A pesquisa de campo evidenciou que a implantação de bibliotecas em localidades distantes dos grandes centros urbanos contribui para suprir as carências informacionais das comunidades que ali residem. Percebeu-se que a biblioteca itinerante é um canal que proporciona além da democratização da informação, o interesse pela leitura, pois para muitos, a biblioteca itinerante é a única forma de acesso à cultura e informação.

Palavras-Chave: Leitura; Biblioteca itinerante; Biblioteca pública; Cidadania; Serviços de informação; Informação utilitária.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: