//
você está lendo...
Informação & Informação

Metodologia para o monitoramento da difusão de inovação em canais de comunicação científica

MARCHIORI, Patricia Zeni; APPEL, Andre Luiz; BETTONI, Eduardo Michellotti; TSUNODA, Denise Fukumi. Metodologia para o monitoramento da difusão de inovação em canais de comunicação científica. Informação & Informação, Londrina, v. 17, n. 2, p. 77-102, maio/ago., 2012. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/13463/pdf&gt;. Acesso em 29 dez. 2012.

Resumo
Introdução: Ao se considerar que produtos e serviços de informação são objetos de interesse para ações inovadoras, alguns elementos da Teoria da Difusão da Informação são explorados no contexto dos canais de comunicação científica enquanto espaços de investigação da Ciência da Informação.
Objetivo: Propõe-se uma metodologia de monitoramento da difusão da inovação em canais de comunicação científica e suas respectivas condições de adoção.
Procedimentos metodológicos: Explora-se a Teoria da Difusão da Inovação e o modelo conceitual dela derivado. Descreve-se a metodologia proposta em suas fases qualitativa e quantitativa e discutem-se os resultados de teste de aplicação em um recorte de comunicações apresentadas em edições de eventos internacionais e nacionais relativos ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas/Open Jornal System. Principais resultados: Aplicada aos corpora do ambiente de teste, a metodologia proposta resultou na criação de vinte e nove categorias relacionadas às condições de adoção da inovação e como fontes de dados para a geração de gráficos provenientes das manipulações de três matrizes de correlação no software UCINET 6.434. Analisaram-se os gráficos obtidos no Netdraw com base em escalonamento multidimensional (multidimensional scaling – MDS) e em frequências absolutas.
Conclusões: validou-se a metodologia no ambiente teste. No âmbito da Ciência da Informação, a metodologia contribui para o monitoramento de inovação em produtos/serviços de informação e oferece uma abordagem diferenciada e complementar aos estudos bibliométricos e infométricos. Estimula-se a realização de testes adicionais em outros canais de comunicação assim como em outros tipos de produtos ou serviços.

Palavras-chave: Teoria da difusão da inovação. Canais de comunicação científica. Monitoramento da inovação – Metodologia. Inovação – condição de adoção. Visualização da informação.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: