//
você está lendo...
InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação

Monitoramento da informação e inteligência competitiva: realidade organizacional

HOFFMANN, Wanda Aparecida Machado. Monitoramento da informação e inteligência competitiva: realidade organizacional. InCID: R. Ci. Inf. e Doc., Ribeirão Preto, v.2, n.2, p.125-144, jul./dez. 2011. Disponível em: < http://revistas.ffclrp.usp.br/incid/article/view/84 >. Acesso em: 4 jan. 2013.

Resumo:
Este estudo envolve a compreensão do monitoramento da informação (MI) e da inteligência competitiva (IC), mas, principalmente, buscando refletir em como superar os múltiplos desafios organizacionais, voltado para a informação e o conhecimento. A gestão da informação e do conhecimento, bem como, a IC constituem uma nova abordagem para o planejamento e a administração estratégica das organizações, fortalecendo o seu processo de tomada de decisão. A interdependência resultante da globalização e o surgimento do que se convencionou chamar “sociedade do conhecimento”, e também a aceleração decorrente das tecnologias da informação e comunicação (TIC) impactaram e tiveram conseqüências sobre as organizações, ocasionando mudanças nos métodos de trabalho, produção, pesquisa e de utilização dos dados e informações. Assim, com o advento das novas relações econômicas, tanto nacionais quanto internacionais, e de um novo paradigma tecnológico, baseado, por exemplo, na produção flexível, as organizações se depararam com uma competição acirrada e um volume de dados e informações gigantescos. Esse processo está gerando, de um lado, uma crescente imprevisibilidade dos mercados e de outro, o encurtamento do ciclo de vida das tecnologias de produtos e processos. As organizações precisam reconstruir diariamente sua capacidade competitiva, para fazer frente aos riscos de entrada de novos concorrentes, às mudanças nos padrões de consumo, ao surgimento de novas tecnologias de produto e processo, etc. Nesse contexto de competição acirrada e o bombardeio constante de informações, devido ao processo de democratização da comunicação e do aumento do número de canais de mídia disponíveis, o MI e a IC surgem como uma das possíveis maneiras de conduzir e planejar movimentos para traçar cenários no ambiente organizacional. Muitas vezes, as organizações são pródigas em acumular informações, mas não sabem o que fazer com elas. Mas, as decisões devem ser tomadas para manter a empresa alinhada aos seus objetivos pretendidos, com base nas informações adequadas de interesse do seu negócio, induzindo a se buscar posturas organizacionais proativas, com posicionamentos da organização fortalecidos sobre seu ambiente informacional e organizacional, buscando um acerto diante das diversas alternativas desses ambientes.

Palavras-chave: Monitoramento da informação; Inteligência competitiva; Ambiente organizacional

Anúncios

Sobre Laura

Bibliotecária, consumista, casual gamer, colecionadora de boardgames, chata, prolixa, viciada em quebra-cabeças e jogos que ninguém gosta ;)

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: