//
você está lendo...
Encontros Bibli

Le systeme d’information des reseaux de sante: la reorganisation de la medecine en e-sante

MARGUERITTE, Maryline; GONZALES-AGUILAR, Audilio. Le systeme d’information des reseaux de sante: la reorganisation de la medecine en e-sante. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, Florianopólis, v.18, n.36, p.67-84, jan./abr.. 2013. Disponível em: < http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2013v18n36p67 >. Acesso em: 27 maio 2013.

Resumo:
Les réseaux de santé ont développé depuis plusieurs années des dispositifs permettant une prise en charge coordonnée des patients en France, tant sur les plans médical que médico-psycho-social et humain. Certains ont développé des dossiers de santé partagés informatisés permettant la mise en commun d’informations utiles à la coordination et à la continuité des soins. Depuis 2009 avec la réforme de l’hôpital on veut installer des modes de fonctionnement coopératifs entre les professionnels et avec les usagers du système de santé. La mise en œuvre d’un système d’information de santé pour assurer d’une part, la transversalité du processus métier avec le patient et d’autre part pouvoir mesurer les résultats médicaux et économiques de cette évolution d’un système complexe d’information. Dans ce contexte, les possibilités offertes par les technologies de l’information et de la communication (TIC) permettent la mise en place d’applications favorisant une augmentation de la participation « on line » des citoyens. Le « virage ambulatoire » exporte la santé hors des murs. C’est une médecine innovante qui permet au patient de rester dans son « chez soi ». En France, ce re-engeneering repose sur quatre domaines : un dossier médical informatisé, une prise en charge collective par les professions médicales et paramédicales, une autonomisation et une mise en réseau du secteur de santé.

Palavras-chave: Médecine; réseaux; science; patients; innovation; système d’information des réseaux de santé

Anúncios

Sobre Laura

Bibliotecária, consumista, casual gamer, colecionadora de boardgames, chata, prolixa, viciada em quebra-cabeças e jogos que ninguém gosta ;)

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: