//
você está lendo...
Ponto de Acesso

A presença das narrativas míticas de ancestralidade africana como elementos de informação e preservação da memória

AQUINO, Mirian Albuquerque; PEREIRA, Cleyciane Cássia Moreira. A presença das narrativas míticas de ancestralidade africana como elementos de informação e preservação da memória. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 110-135, ago. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4824>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
A característica interdisciplinar da Ciência da Informação possibilita desenvolvermos estudos nessa direção. Nesse sentido, apresenta-se a proposta de trabalho de pesquisa, em andamento, análise dos mitos da tradição africana como elementos de informação e preservação na memória da Comunidade Quilombola Alcantarense de Itamatatiua, na Linha de pesquisa “Memória, Organização, Acesso e Uso da Informação”, do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UFPB. Constituída pelos objetivos específicos de identificar, verificar como se dá a preservação e compreender os mitos presentes nessa Comunidade, e como possibilidade de contribuir também para a continuidade de estudos e pesquisas que retratem a história e memória negra. À luz da Teoria do Imaginário de Gilbert Durant adotamos a mitoanálise que permite a análise dos mitos concomitante com a metodologia qualitativa de abordagem etnográfica com o propósito de descrever, densamente, os dados da pesquisa recolhidos por meio de entrevista semi-estruturada, observação direta e ficha de identificação. Para isso, destacamos a priori conceitos de informação, memória e preservação abordados na CI; a seguir, definições sobre memória; apresentamos também uma viagem concisa pela trajetória dos mitos e pela Teoria durandiana. Além de uma sucinta explanação sobre a história dos negros no Maranhão e uma descrição referente à Comunidade. A pesquisa encontra-se na fase de aprofundamento teórico e análise dos dados coletados, em que é possível identificarmos até o caminhar das análises deuses afros como Ogum nas falas dos personagens contribuintes a nossa pesquisa.

Palavras-chave: Mitos africanos; Identidade cultural; Memória; Teoria durandiana; Comunidade de Itamatatiua; Ciência da Informação.

Anúncios

Sobre Fabrício Assumpção

Bacharel em Biblioteconomia, mestre e doutorando em Ciência da Informação na UNESP.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: