//
você está lendo...
InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação

CrossRef, DOI (Digital Object Identifier) and services: a comparative study Brazil/Portugal

DAMASIO, Edilson. CrossRef, DOI (Digital Object Identifier) and services: a comparative study Brazil/Portugal. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 4, n. 2, p. 126-142, jul./dez. 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v4i2p126-142>. Acesso em: 04 ago. 2014.

Resumo:
O CrossRef é uma associação de editores e instituições que publicam na Internet e que necessitam registrar seu conteúdo através de identificadores únicos (Handle systems) e serviços com metadados e sua interoperabilidade. Conta com diversos serviços de links persistentes e metadados. Apresenta o objetivo e finalidade do CrossRef, e seus principais serviços: é o principal agente do DOI-Digital Object Identifier (63 milhões), Cited-By Linking, CrossCheck. Os serviços do CrossRef são utilizados pelas principais Editoras científicas, Sociedades científicas e Universidades do mundo, e também projetos de Acesso Aberto, como o SciELO e institucionalmente pela UEM, Brasil, pioneira na américa-latina, como instituição isolada, em metodologia para ativação de DOIs em grande quantidade. O estudo é comparativo das principais instituições/editores/associações Luso-brasileiras que tem DOIs ativos. O objetivo do estudo é mostrar os principais números na utilização de DOIs no Brasil, comparando-os com Portugal. MetodologiaEstudo qualiquantitativo com análise de dados do CrossRef e seus serviços, com apresentação de resultados numéricos de correlação entre Brasil e Portugal. Mostra também qual o funcionamento básico dos procedimentos de registros DOIs, sistema CrossCheck. Resultados e DiscussãoNúmero de usuários no Brasil e Portugal (instituições/editoras/ sociedades/universidades) 101 membros, classificados como Publishers. O projeto SciELO Brasil é o maior depositário sul americano. Portugal tem um número muito pequeno de associados e utilizadores dos serviços.Os serviços são necessários para as publicações em Acesso Aberto. A utilização do registros DOIs e seus links é essencial para o aumento da visibilidade, devido sua interoperabilidade em diversas base de dados de acesso aberto ou fechado e também um dos critérios para avaliação de indexação de novos periódicos nas plataformas Scopus e Web of Science.

Palavras-chave: CrossRef; DOI-Digital Object Identifier; CrossCheck; Comunicação científica; Brasil-Portugal.

Anúncios

Sobre Fabrício Assumpção

Bacharel em Biblioteconomia, mestre e doutorando em Ciência da Informação na UNESP.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: