//
você está lendo...
DataGramaZero

A ciência nas guerras: o Journal des Sçavans como emergência discursiva na epistemologia de Ludwik Fleck

VIEIRA, Letícia Alves; MOURA, Maria Aparecida. A ciência nas guerras: o Journal des Sçavans como emergência discursiva na epistemologia de Ludwik Fleck. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 15, n. 6, out. 2014. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/dez14/Art_04.htm>. Acesso em: 31 dez. 2014.

Resumo
Mapeia e analisa o conceito ciência nos artigos publicados no periódico Journal des Sçavans, no recorte temporal que compreende os períodos de guerra, entre os anos de 1914 a 1918 e 1939 a 1945. Analisa os textos publicados utilizando a análise do período sintático, conforme proposto por Santos et al. (2013) e utilizou-se a análise de conteúdo (AC) e a análise de discurso (AD), pautadas na epistemologia de Fleck através de suas categorias: estilo de pensamento e coletivo de pensamento.Infere-se que durante o período analisado, as referências à ciência no Journal des Sçavans buscavam a institucionalização. O esforço empreendido pelos editores do periódico no referido período, recorreram à inclusão de trabalhos realizados no escopo da botânica, da religião, e também da literatura, fundamentando assim, áreas que anteriormente não eram consideradas científicas em um contexto em que somente a matemática, a física e a filosofia tinham esse destaque.

Palavras-chave: análise de discurso; discurso científico; Ludwick Fleck; Primeira Guerra Mundial; Segunda Guerra Mundial.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: