//
arquivos

Ponto de Acesso

Esta categoria contém 88 posts

A pesquisa no ensino de graduação e a articulação com a pós-graduação na ciência da informação: reflexões e proposições

RODRIGUES, Mara Eliane Fonseca. A pesquisa no ensino de graduação e a articulação com a pós-graduação na ciência da informação: reflexões e proposições. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 3-20, ago. 2012. Disponível em: <ttp://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6099>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Discute a questão da pesquisa no ensino de graduação e a sua articulação com a pós-graduação, utilizando uma tríplice abordagem: 1) investigando as raízes da proposta articulação entre graduação e pós-graduação; 2) analisando o contexto no qual a problemática ocorre no interior da universidade e, mais especificamente, no processo de formação na área de Ciência da Informação; 3) propondo algumas ações que podem ganhar proporções reais e efetivas na busca pela articulação do ensino e da pesquisa na universidade e no processo de formação dos profissionais da informação.

Palavras-chave: Articulação ensino-pesquisa; Articulação graduação-pós-graduação; Indissociabilidade ensino, pesquisa, extensão.

Mediciones del Valor de la Información Electrónica en las Bibliotecas Universitarias

BRAVO, Blanca Rodríguez. Mediciones del Valor de la Información Electrónica en las Bibliotecas Universitarias. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 154-171, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8141>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
O objetivo deste artigo é refletir sobre a validade das diferentes medidas de avaliação que vêm sendo utilizadas para determinar o valor do sistema de fornecimento de revistas eletrónicas e a sua rentabilidade relativamente aos mecanismos tradicionais de comunicação científica. A metodologia empregue baseia-se na análise dos principais resultados de trabalhos já elaborados que abordam os benefícios da integração de coleções de revistas eletrónicas nas bibliotecas a partir de pontos de vista distintos, mas complementares.

Palavras-chave: Big deals; Bibliotecas universitarias; Consumo; Rentabilidad; Revistas electrónicas.

La Influencia de la Formación de Usuarios en la Mejora de la Consulta de un Catálogo Bibliográfico

CEA JIMÉNEZ, Andrea de; GARCÍA LÓPEZ, Genaro Luis. La Influencia de la Formación de Usuarios en la Mejora de la Consulta de un Catálogo Bibliográfico. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 172-203, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8143>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
Evaluación del OPAC de la Biblioteca Pública de la Casa de las Conchas de Salamanca (España) mediante un análisis de su interfaz y dos encuestas de evaluación de usuarios, para conocer el nivel de utilización del mismo y su adaptación a las personas que lo utilizan. Los resultados demostrarán que los usuarios son reacios a seguir un proceso de formación informacional y que tienden a utilizar lo que ya conocen en sus búsquedas en recursos informativos ajenos al catálogo.

Palavras-chave: Evaluación de catálogos; alfabetización informacional; usabilidad; Biblioteca Pública de Salamanca.

Análise de Imagens e Filmes: alguns princípios para sua indexação e recuperação

CORDEIRO, Rosa Inês de Novais. Análise de Imagens e Filmes: alguns princípios para sua indexação e recuperação. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 67-80, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8136>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
Este estudo examina alguns aspectos que poderão ser considerados na análise de imagens e filmes visando à determinação de princípios para a sua indexação e recuperação em diversos ambientes de informação (repositórios, arquivos e bibliotecas). Acredita-se na importância do desenvolvimento de diretrizes que levem em conta a possibilidade do potencial informativo dos documentos imagéticos a partir de metodologias que valorizam essa perspectiva e, por conseguinte, o incentivo aos procedimentos que objetivam o estudo do perfil dos documentos e o comportamento mutável do usuário na busca da imagem. É indispensável que seja considerada a interatividade na indexação e recuperação da informação entre Espaço Cognitivo do Usuário e Espaço de Informação do sistema, resultando em uma dada situação (variável), ou seja, contexto situacional de necessidade de informação do demandante.

Palavras-chave: Imagens e filmes; Princípios de analise e indexação; Recuperação de imagens e filmes; Fontes de informação visual.

Uma Abordagem à linguagem de Indexação dos Artigos Científicos Cepositados no Repositório Científico da Universidade de Coimbra

MIGUÉIS, Ana; NEVES, Bruno. Uma Abordagem à linguagem de Indexação dos Artigos Científicos Cepositados no Repositório Científico da Universidade de Coimbra. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 116-131, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8045>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
Este estudo tem como objetivo geral analisar as palavras-chave usadas pelos autores da Universidade de Coimbra nos artigos da área das Ciências da Saúde, comparando-as com os termos da lista de encabeçamentos de matérias Medical Subject Headings (MeSH), a que recorre a National Library of Medicine, na análise de conteúdo desses artigos. O corpus é constituído por 207 documentos, depositados no repositório científico da Universidade de Coimbra – Estudo Geral – e que foram publicados em revistas internacionais e indexados na base de dados MEDLINE. Apresenta como objetivos específicos: (i) identificar e aferir o número de palavras-chave colocadas na versão depositada no Estudo Geral e na versão publicada pela editora; e o número de descritores atribuídos pela MEDLINE; (ii) verificar as palavras-chave, usadas pelos autores, que coincidem ou se relacionam com os termos do MeSH. Os resultados obtidos indicam que o número de palavras-chave registadas no Estudo Geral inclui apenas cerca de metade de todas as palavras-chave registadas nas versões publicadas pelas editoras e é significativamente inferior relativamente aos termos empregues pela MEDLINE. Das palavras-chave identificadas, cerca de dois terços coincidem, ou estabelecem um tipo de relação associativa com os descritores aplicados do MeSH.

Palavras-chave: Recuperação da informação; Linguagens de indexação; Palavras-chave; Artigos científicos; Medical Subject Headings.

Taxonomía de Metadatos de Preservación

CABERO, Manuela Moro. Taxonomía de Metadatos de Preservación. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 132-153, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8142>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
El ensayo tiene por objetivo reflexionar sobre los metadatos específicos para la preservación digital. Se inicia el estudio analizando las categorías que identifican los diferentes modelos conceptuales de metadatos considerando sus objetivos y utilidades. Partiendo de la identificación de los principales metadatos vinculados a dichas categorías, se pretende presentar un set de metadatos comunes para la preservación digital. El trabajo desvela las analogías y divergencias mediante la comparativa de las propuestas de metadatos de preservación en diferentes modelos. Se ha optado por incluir el análisis considerando iniciativas relevantes, tales como: OAIS, PREMIS, ISO 23081, y contrastando su información con las propuestas en lengua portuguesa (Brasil y Portugal).

Palavras-chave: Preservación digital; Metadatos; Metadatos de preservación.

A Classificação em Arquivos e em Bibliotecas à Luz da Teoria da Classificação: pontos de convergência e de divergência

SIMÕES, Maria da Graça; FREITAS, M. Cristina V. de. A Classificação em Arquivos e em Bibliotecas à Luz da Teoria da Classificação: pontos de convergência e de divergência. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 81-115, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8050>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
Neste artigo, apresentamos um estudo desenvolvido no âmbito da Representação e da Organização da Informação, dedicado à teoria da classificação e às classificações em bibliotecas e em arquivos. As referidas classificações são analisadas como recursos ou meios privilegiados de organização da informação e do conhecimento. Para efetuar a sua abordagem, apresentamos e tecemos considerações teórico-práticas, focalizadas nas suas origens, influências, definições, objetivos, relevância, princípios e caraterísticas, com o propósito de identificar pontos de convergência e de divergência entre elas, e assim contribuir para a sua melhor compreensão e aplicação. Neste intento, iniciamos por uma revisão bibliográfica seletiva do assunto, privilegiando obras específicas sobre o mesmo, considerando, ainda, para o contextualizar, obras complementares sobre matérias transversais. A seguir à construção deste referencial teórico, efetuamos uma análise comparada dos dois tipos de classificação em questão. Este estudo finaliza-se com as seguintes considerações: quando comparados, os dois tipos de classificações do conhecimento apresentam, de uma forma geral, convergências, no que concerne às suas origens, influências, definições, objetivos e relevância; todavia, no que se refere aos princípios e às caraterísticas gerais, os mesmos mostram divergências, que são, no nosso entender, originadas sobretudo pelas especificidades de cada objeto, bem como pelas condicionantes de cada contexto.

Palavras-chave: Classificações bibliográficas; Classificações em arquivos; Representação da informação; Organização da informação; Teoria da classificação.

Organização e Representação do Conhecimento Científico em Ambiente Web: do formato textual linear aos artigos semânticos

MARCONDES, Carlos Henrique. Organização e Representação do Conhecimento Científico em Ambiente Web: do formato textual linear aos artigos semânticos. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 7-41, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8134>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
Artigos científicos são ainda hoje publicados eletronicamente segundo o formato textual-linear, cópia digital do formato impresso. Este formato impede que programas possam ser usados para o processamento “semântico” desses conteúdos. O trabalho discute a emergência dos artigos científicas semânticos, utilizando tecnologias da Web Semântica, suas motivações, potencialidades e conseqüências para gestão do conhecimento científico. São levantados requisitos funcionais para artigos semânticos. É apresentado um modelo que serve para ilustrar o atendimento a estes requisitos e suas potencialidades.

Palavras-chave: Artigos semânticos; Conhecimento científico; Representação do conhecimento; Organização do conhecimento; Gestão do conhecimento; Ciência eletrônica.

Humano inumano pós-humano: o homem na, da e para a Ciência da Informação

SALDANHA, Gustavo Silva. Humano inumano pós-humano: o homem na, da e para a Ciência da Informação. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 87-107, dez. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6148>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Fruto de investigações em torno da filosofia e da epistemologia da organização dos saberes, o trabalho discute o conceito de “homem” que é desenvolvido no debate contemporâneo e suas implicações no pensamento da Ciência da Informação. A análise toma como ponto de reflexão a dicotomia aparente colocada entre os domínios da Cultura & Educação e Ciência & Tecnologia. Para a reflexão filosófica, recorre-se às abordagens ocorrentes sobre a noção de “humanismo”, procurando atentar para a importância desta discussão no campo informacional. As principais vozes aqui trabalhadas são aquelas oriundas do pensamento dos filósofos Habermas, Heidegger e Lyotard. De cunho reflexivo, o texto realiza incursões na forma como estes pensadores abordaram a ideia de humano, que conduziria a uma filosofia própria, o humanismo. Nosso horizonte final é o pensamento de Habermas e sua caracterização do humanismo diante das transformações tecnológicas, no intuito de propor outras direções no debate ético sobre a constituição do “homem” na, da e para a Ciência da Informação. Para o empreendimento proposto, duas são as arenas filosóficas que merecem uma visitação obrigatória: a filosofia da natureza e a filosofia da tecnologia. O desgaste destas levaria, hoje, à filosofia da linguagem como guia para a construção do “humano” que se estabelece no pensamento em Ciência da Informação.

Palavras-chave: Ciência & Tecnologia; Educação & Cultura; Ciência da Informação; Filosofia da Informação; Humanismo.

A representação Documentária no Processo de Indexação com o Modelo de Leitura Documentária para Textos Científicos e Livros: uma abordagem cognitiva com protocolo verbal

FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. A representação Documentária no Processo de Indexação com o Modelo de Leitura Documentária para Textos Científicos e Livros: uma abordagem cognitiva com protocolo verbal.. Ponto de Acesso, Salvador, v. 7, n. 1, p. 42-66, abr. 2013. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/8135>. Acesso em: 1 jul. 2013.

Resumo:
A representação documentária na indexação realiza-se na análise de assuntos para a determinação da tematicidade intrínseca e extrínseca e depois na etapa de tradução com uso de uma linguagem documentária. A representação por conceitos realizada para a determinação da tematicidade intrínseca durante a análise de assuntos é demonstrada pelo Modelo de Leitura documentária para a indexação de textos científicos e de livros. Para tanto, realizou-se uma investigação sobre leitura documentária de catalogadores para indexação de livros em bibliotecas universitárias. A aplicação da técnica introspectiva de Protocolo Verbal Individual com catalogadores de uma amostra de nove bibliotecas universitárias propiciou a análise de procedimentos de catalogação de assuntos que permitiram verificar as partes da estrutura textual do livro exploradas bem como a localização dos termos identificados e selecionados. Os resultados obtidos proporcionaram a adaptação do Modelo de Leitura Documentária para indexação de livros.

Palavras-chave: Modelo de Leitura Documentária; Indexação; Protocolo Verbal.

O processo de difusão desenvolvido pelos arquivos públicos estaduais da região Sul do Brasil

MENEZES, Priscila Lopes. O processo de difusão desenvolvido pelos arquivos públicos estaduais da região Sul do Brasil. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 47-71, dez. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6164>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
A difusão nos Arquivos Públicos Estaduais da Região Sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) é o tema pesquisado neste trabalho. O mesmo, procura salientar a relevância desta função arquivística que tem o intuito de promover o arquivo, deixando-o mais próximo dos usuários. A coleta de dados foi realizada através de um questionário e de uma maneira geral revela que felizmente esta atividade tem sido uma das preocupações dos profissionais da informação. Para atender aos consulentes com presteza e qualidade, proporcionando uma maior interatividade e autonomia é indispensável que as instituições conheçam quem são seus visitantes e os deixem atraídos pelos seus produtos e/ou serviços, lhes possibilitando momentos de bem-estar e a certeza de satisfação. O desejo é planejar atividades de difusão que se convertam em estratégias de promoção, popularização e motive a frequência maior de usuários reais, é neste sentido que são citadas no decorrer desta pesquisa as estratégias de marketing em conjunto com as atividades de difusão editorial, cultural e educativa.

Palavras-chave: Difusão; Marketing; Arquivo Público.

Serviços oferecidos via Twitter em bibliotecas universitárias federais brasileiras

SILVA, Kelly dos Reis; ALBUQUERQUE, Leticia R.; PAULA, Marciléia Aparecida de; OLIVEIRA, Vanessa Gal Paiva. Serviços oferecidos via Twitter em bibliotecas universitárias federais brasileiras. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 72-86, dez. 2012. Disponível em: <ttp://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6159>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Objetiva identificar os serviços oferecidos pelas Bibliotecas Universitárias Federais através da utilização do microblog Twitter. Apresenta os conceitos de Web 2.0, Biblioteca 2.0, Twitter e Bibliotecas Universitárias (BUs). A identificação das BUs Federais que possuem Twitter foi feita através de pesquisas realizadas na ferramenta de busca Google. Foram localizadas 26 BUs Federais situadas em 12 Estados do País, sendo escolhido um Twitter por Estado para ser analisado, dentre as bibliotecas que ofereciam o recurso. Após as análises, foram obtidos dados quantitativos e qualitativos. Destaca-se que, de maneira geral os Twitters estão sendo utilizados por seus usuários de forma satisfatória, e que as BUs estão disponibilizando informações relacionadas ao marketing da instituição, à eventos, à leitura e cultura, à interação com os usuários e notícias em geral.

Palavras-chave: Twitter; Web 2.0; Bibliotecas Universitárias Federais; Interação Biblioteca-Usuários.

Políticas e estratégias para a preservação da informação digital

SCHÄFER, Murilo Billig; CONSTANTE, Sônia Elisabete. Políticas e estratégias para a preservação da informação digital. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 108-140, dez. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6449>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Este artigo tem por objetivo discorrer sobre a preservação da informação arquivística digital produzida e custodiada pelas instituições públicas brasileiras. Com base na revisão da literatura, abordam-se os temas do impacto das tecnologias da informação no trabalho dos arquivistas e as principais estratégias de preservação digital (migração, emulação, encapsulamento, preservação da tecnologia, Pedra de Rossetta digital, transferência para meio analógicos e adoção de padrões). Descreve-se sobre os principais projetos voltados à preservação digital desenvolvidos atualmente, como o InterPares, OAIS, DIRKS, PREMIS, MOREQ, além dos estudos desenvolvidos pela Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos/CTDE. Além disso, destaca-se a importância de governos, instituições de pesquisa e profissionais da informação buscarem ações que conciliem a gestão e preservação da informação em uma sociedade cada vez mais tecnológica.

Palavras-chave: Gestão da Informação; Preservação Digital; Instituições Públicas.

Vida & obra de Ranganathan: influências e contribuições para a Biblioteconomia

SANTOS, Francisco Edvander Pires. Vida & obra de Ranganathan: influências e contribuições para a Biblioteconomia. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 2-19, dez. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6509>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
O artigo traz uma abordagem sobre a biografia de Shiyali Ranganathan, tendo como base as traduções livres, feitas pelos autores, de suas principais publicações na área da Biblioteconomia. Discorre acerca das suas primeiras experiências profissionais como bibliotecário, desde o seu interesse por essa área até a sua formação acadêmica. Discute os resultados de seus esforços em consolidar a base teórico-científica da Biblioteconomia, por meio de seus estudos e pesquisas. Fala sobre o reconhecimento que obteve da classe bibliotecária de sua época, destacando o seu ingresso em importantes instituições da área e o apoio governamental recebido para desenvolver seus projetos de documentação na Índia. Traz uma lista de suas principais obras publicadas e explica como se deram as adaptações dessas obras para a área da Documentação.

Palavras-chave: Biografia; Tradução; Ranganathan; Biblioteconomia; Documentação.

Políticas públicas para a leitura no brasil: implicações sobre a leitura infantil

SILVA, Marta Benjamim da; BERNARDINO, Maria Cleide Rodrigues; NOGUEIRA, Carine Rodrigues. Políticas públicas para a leitura no brasil: implicações sobre a leitura infantil. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 3, p. 20-46, dez. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6437>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
O presente trabalho tem por objetivo fazer uma investigação sobre a leitura infantil, refletindo sobre a importância das políticas públicas que visam o incentivo a leitura, bem como discutir sobre a importância da leitura para o processo educativo e mapear as principais pesquisas sobre leitura no Brasil, em especial a leitura infantil. Serão apresentados projetos de leitura, sob diferentes olhares, investigando a leitura como sendo um processo discursivo de apreensão de sentido e de significação, baseando-se principalmente nos diagnósticos de leitura revelados pela pesquisa Retratos do Brasil.

Palavras-chave: Leitura; Políticas Públicas de Leitura; Leitura no Brasil; Leitura Infantil.

A bibliometria e a gestão da informação e do conhecimento científico e tecnológico: uma revisão da literatura

GUEDES, Vania Lisboa da Silveira. A bibliometria e a gestão da informação e do conhecimento científico e tecnológico: uma revisão da literatura. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 74-109, ago. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/5695>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Este estudo aborda o campo da Bibliometria salientando sobretudo a aplicação das leis e princípios bibliométricos na gestão da informação e do conhecimento científico e tecnológico. O objetivo principal é apresentar uma breve revisão da literatura sobre Bibliometria, distinguindo a utilização dos indicadores bibliométricos como instrumentos matemáticos e estatísticos básicos de organização, gestão e difusão da informação e do conhecimento, como também elementos chave para o desenvolvimento de sistemas mais precisos, econômicos e cientificamente constituídos. Inicialmente, é traçado um pequeno histórico da Bibliometria. Dando sequência, diferentes Metrias como a Cientometria, a Informetria e a Webmetria são apresentadas, apontando a distinção conceitual entre esses domínios do conhecimento e seus campos de aplicação. A seguir, são citados autores que se destacaram no estudo e na enunciação das leis e princípios da Bibliometria, com especial ênfase às abordagens teóricas e descritivas às leis e princípios bibliométricos como ferramentas empíricas utilizadas na quantificação dos processos de comunicação científica. Finalmente, conclui-se evidenciando a importância da Bibliometria para a gestão dos sistemas de recuperação da informação, no âmbito dos sistemas de comunicação e de avaliação científica e tecnológica.

Palavras-chave: Bibliometria; Gestão da Informação; Gestão do Conhecimento; Sistemas de Recuperação da Informação; Informação Científica e Tecnológica.

A presença das narrativas míticas de ancestralidade africana como elementos de informação e preservação da memória

AQUINO, Mirian Albuquerque; PEREIRA, Cleyciane Cássia Moreira. A presença das narrativas míticas de ancestralidade africana como elementos de informação e preservação da memória. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 110-135, ago. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4824>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
A característica interdisciplinar da Ciência da Informação possibilita desenvolvermos estudos nessa direção. Nesse sentido, apresenta-se a proposta de trabalho de pesquisa, em andamento, análise dos mitos da tradição africana como elementos de informação e preservação na memória da Comunidade Quilombola Alcantarense de Itamatatiua, na Linha de pesquisa “Memória, Organização, Acesso e Uso da Informação”, do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UFPB. Constituída pelos objetivos específicos de identificar, verificar como se dá a preservação e compreender os mitos presentes nessa Comunidade, e como possibilidade de contribuir também para a continuidade de estudos e pesquisas que retratem a história e memória negra. À luz da Teoria do Imaginário de Gilbert Durant adotamos a mitoanálise que permite a análise dos mitos concomitante com a metodologia qualitativa de abordagem etnográfica com o propósito de descrever, densamente, os dados da pesquisa recolhidos por meio de entrevista semi-estruturada, observação direta e ficha de identificação. Para isso, destacamos a priori conceitos de informação, memória e preservação abordados na CI; a seguir, definições sobre memória; apresentamos também uma viagem concisa pela trajetória dos mitos e pela Teoria durandiana. Além de uma sucinta explanação sobre a história dos negros no Maranhão e uma descrição referente à Comunidade. A pesquisa encontra-se na fase de aprofundamento teórico e análise dos dados coletados, em que é possível identificarmos até o caminhar das análises deuses afros como Ogum nas falas dos personagens contribuintes a nossa pesquisa.

Palavras-chave: Mitos africanos; Identidade cultural; Memória; Teoria durandiana; Comunidade de Itamatatiua; Ciência da Informação.

Em busca de uma semântica do digital, ou “as they may think”

MARCONDES, Carlos Henrique. Em busca de uma semântica do digital, ou “as they may think”. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 35-73, ago. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/6103>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Discute as reais possibilidades de processamento “semântico” por parte dos computadores, conforme a proposta da Web Semântica (Berners-Lee, 2001). A partir desta proposta de agregar “semântica” aos conteúdos disponiblizados na Web de modo a potencializar seu processamento por programas “agentes inteligentes”, são analisadas questões como: o que é Semântica em diferentes acepções, a arquitetura e funcionamento interno dos computadores e sua real capacidade de processamento semântico de conteúdos. O objetivo é chegar ao conceito de uma possível “semântica” computacional, conseguir uma maior clareza quanto ao que se pode esperar, o que é possível e o que é ilusório ou metafórico, da proposta da Web Semântica e até onde esta poderá potencializar computadores para processamento “inteligente”.

Palavras-chave: Web Semântica; Semântica computacional; Ontologia; Inferência computacional; Ciências cognitivas; Ensino de Ciência da Informação.

Palavras-chave: possibilidades de mediação da informação

TONELLO, Izângela Maria Sansone; LUNARDELLI, Rosane Alvares; ALMEIDA JUNIOR, Oswaldo Francisco de. Palavras-chave: possibilidades de mediação da informação. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 21-34, ago. 2012. Disponível em: <ttp://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4524>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
A expressiva quantidade e variedade de informações que são veiculadas em diferentes suportes e meios e a diversidade de usuários que buscam acessá-las, constituem-se atualmente foco de interesse e preocupação da área da Ciência da Informação. Dentro desse contexto, destacam-se as palavras-chave como mediadoras entre a informação registrada e de quem dela necessita. Caracterizada como parte do processo da mediação implícita, as palavras-chave são representações do conteúdo temático do documento elaboradas por profissionais especializados. Nessa perspectiva o texto em pauta busca evidenciar a estreita relação entre a mediação da informação e a elaboração e/ou indicação de palavras-chave que representem o mais fidedignamente possível o conteúdo do documento.

Palavras-chave: Mediação da informação; Análise documentária; Palavras-chave.

A semiose imagem: análise de capas de livros.

SIQUEIRA, Jéssica Camara. A semiose imagem: análise de capas de livros. Ponto de Acesso, Salvador, v.6, n.1, p.108-125, abr. 2012. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4869/4350  > Acesso em: 15 nov. 2012.

Resumo:

A Ciência da Informação vive um momento de transição de paradigmas, marcada por rupturas e descontinuidades, bem como indagações acerca de seu “fazer científico” Diante da dificuldade de se apontar caminhos, já que estamos em um momento de transição, propõe-se a discussão do caráter identitário da área a partir da análise de capas de livros da Ciência da Informação. O objeto de estudo foi escolhido por congregar aspectos comunicacionais, no que diz respeito à sua representação visual, e a aspectos informacionais, referentes ao conteúdo. A metodologia de análise foi observar os aspectos icônicos, indiciais e simbólicos das imagens, tendo como base o aporte teórico da semiótica de Peirce, inter-relacionando paralelamente tal análise com o referencial teórico da área.

Palavras-chave: Capas de livros. Ciência da Informação. Semiótica.

Leitores, leitura e círculos: uma perspectiva metodológica.

SOUZA, Rodrigo Matos de. Leitores, leitura e círculos: uma perspectiva metodológica. Ponto de Acesso, Salvador, v.6, n.1, p.92-107, abr. 2012. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4897/4349 > Acesso em: 15 nov. 2012.

 Resumo:

O presente texto pretende discutir os círculos de leitura como uma proposta metodológica, para tanto discute o conceito de leitor, como um processo de implicação do sujeito no mundo através da produção de sentidos. Propõe o Círculo de Leitura, de matriz yunesiana, como uma forma de resistência aos apelos mais imediatistas do mundo contemporâneo, bem como uma forma de apresentação do literário, na escola e nos espaços culturais, sem o peso que, muitas vezes, é impresso pelo ensino de literatura.

Palavras-chave: Leitor. Leitura. Literatura. Círculos de Leitura.

Metadados para a recuperação de imagens na web: utilizando o software Adobe Bridge.

ALVES, Cláudio Diniz. Metadados para a recuperação de imagens na web: utilizando o software Adobe Bridge. Ponto de Acesso, Salvador, v.6, n.1, p.49-74, abr. 2012. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/5131/4348 > Acesso em: 15 nov. 2012.

Resumo:

Com o crescimento da publicação de conteúdo multimídia na internet, surgiu a problemática relacionada com a recuperação de informações sobre imagens estáticas e animadas em websites. O uso de metadados, como solução para esta situação, tornou-se essencial, porém, ainda é limitado. Este artigo apresenta o software Adobe Bridge, como facilitador da inserção de metadados em arquivos de imagens publicadas na web ou armazenadas em outros meios digitais.

Palavras-chave: Metadados. Adobe Bridge. Multimídia. Imagens. Recuperação da informação. Metainformação.

A era da gestão eletrônica de documentos: o uso do hipertexto na recuperação da informação em arquivos.

SILVA Neto, Carlos Eugênio da; MACIEL, João Wandemberg Gonçalves. A era da gestão eletrônica de documentos: o uso do hipertexto na recuperação da informação em arquivos. Ponto de Acesso, Salvador, v.6, n.1, p.49-74, abr. 2012. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4541/4347 > Acesso em: 15 nov. 2012.

Resumo:

Apresenta um protótipo de recuperação de informações eletrônicas – construído a partir do uso de sistemas de hipertextos, em ambientes arquivísticos jurídicos. A hipótese levantada é a de que o hipertexto potencializa a recuperação da informação em arquivos, de onde há de necessitar de abordagens teóricas metodológicas que compreendam a complexidade da organização documental para proporcionar o acesso otimizado à informação registrada em ambientes virtuais. Discute o hipertexto no processo de representação e de recuperação da informação em arquivos jurídicos, uma vez que, quando usa o hipertexto, o usuário tem a oportunidade de ampliar as ocasiões de produção de sentido e enriquecer sua leitura. Assim, o tipo de pesquisa utilizado pelo presente trabalho tem o caráter exploratório e insere-se em um campo teórico, mas acenando para um futuro experimento, bem como a o método de abordagem é o qualitativo.

Palavras-chave: Hipertexto. Recuperação da Informação. Arquivo Jurídico. Informação.

Evolução legal dos arquivos audiovisuais e sonoros em Portugal.

NUNO, Fontes Ferreira. Evolução legal dos arquivos audiovisuais e sonoros em Portugal. Ponto de Acesso, Salvador, v.6, n.1, p.156-171, abr. 2012. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/5146/4346 > Acesso em: 15 nov. 2012.

Resumo:

O artigo pretende estabelecer uma interligação entre o modelo de funcionamento dos arquivos audiovisuais e sonoros e a diferente legislação produzida nos últimos anos em Portugal. Ao longo do texto, é analisada a principal legislação que regula o sector televisivo e radiofónico, encontrando-se referências ao papel do arquivo na gestão da informação e conservação do espólio histórico. Nessa perspectiva é focado o papel Código de Direitos de Autor e Direitos Conexos como principal instrumento jurídico no acesso aos registos sonoros e audiovisuais arquivados, sendo definido principais condicionalismos dessas instituições na utilização desse diploma legal. No final do artigo é mencionado algumas sugestões para a alteração do panorama legal que optimize o funcionamento destas organizações.

Palavras-chave: Arquivos. Legislação. Informação.

Arquivos especiais: caracterização e identificação dos suportes, das formas e dos formatos.

BRITO, Luciana Souza de. Arquivos especiais: caracterização e identificação dos suportes, das formas e dos formatos. Ponto de Acesso, Salvador, v.6, n.1, p.75-91, abr. 2012. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4970/4345 > Acesso em: 15 nov. 2012.

Resumo:

O texto se propõe à caracterização, conceituação e identificação, no campo da arquivística, dos arquivos especiais. Para tanto, elaborou-se um estudo acerca dos diferentes suportes, formas e formatos dos arquivos especiais produzidos. Esse estudo visa apresentar dados, que possam colaborar para a elaboração de políticas de gestão e preservação para esses acervos, que, por terem suportes diferenciados, necessitam de tratamento especial no que se refere a sua identificação, acondicionamento, controle e preservação.

Palavras-chave: Arquivos especiais. Suportes. Formas e formatos.

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos