//
arquivos

Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria

Esta tag está associada a 129 posts

Análise da pesquisa científica no setor citrícola a partir de indicadores bibliométricos

SOUZA, Cláudia Daniele; FARIA, Leandro Innocentini Lopes. Análise da pesquisa científica no setor citrícola a partir de indicadores bibliométricos. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 5, n. 2, p. 128-141, set. 2014/fev. 2015. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v5i2p128-141>. Acesso em: 08 out. 2015.

Resumo:
O setor citrícola engloba a agricultura das frutas cítricas laranjas, limões, tangerinas e seus diversos híbridos e possui extrema importância econômico-social em mais de 100 países em todos os continentes ao redor do mundo. Enquanto alguns têm mercados locais para frutas frescas, como é o caso da Espanha, Marrocos, Israel, Cuba e África do Sul, outros dependem do processamento e das exportações como uma saída para grande parte de suas produções, como por exemplo, o Brasil, Estados Unidos, China, Índia e México. Os números e as cifras do setor citrícola são expressivos e traduzem sua relevância para a economia mundial, entretanto o conhecimento acerca da mensuração da pesquisa científica e dos indicadores bibliométricos neste setor ainda é uma lacuna a ser preenchida. O objetivo deste artigo é traçar um panorama da produção científica relacionada ao setor citrícola entre os anos 2000 e 2010 e verificar qual a contribuição do Brasil nesse mesmo período. Como procedimentos metodológicos, estabeleceram-se algumas etapas para um melhor desenvolvimento da pesquisa: busca exploratória na base de dados internacional Web of Science (WoS), no intuito de encontrar palavras chave relevantes, agrupamento dos termos, elaboração da expressão de busca, coleta dos registros bibliográficos, pré-tratamento dos dados, análise bibliométrica com o software Vantage Point e por fim, representações gráficas com os softwares Microsoft Office Excel, Ucinet e NetDraw. Como resultados da pesquisa, foram gerados indicadores bibliométricos sobre a evolução das publicações científicas, suas distribuições geográficas no mundo e nas regiões brasileiras, além do mapeamento das relacionamentos que ocorrem com a colaboração científica. Conclui-se que a pesquisa relacionada ao setor citrícola apoia e acompanha a competitividade econômica das suas regiões mais produtoras, com a geração de conhecimentos altamente especializados.

Palavras-chave: Bibliometria; Indicadores bibliométricos; Produção científica; Setor citrícola; Citricultura

Recursos e eficácia das bibliotecas sob escrutínio: relato de experiência da participação na 35ª Conferência Anual da Internacional Association of University Libraries – IATUL

LEHMKUHL, Karyn M. Recursos e eficácia das bibliotecas sob escrutínio: relato de experiência da participação na 35ª Conferência Anual da Internacional Association of University Libraries – IATUL. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 20, n. 2, p. 355-361, maio./ago., 2015. Disponível em: <http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1047/pdf >. Acesso em: 25 ago. 2015.

Resumo
Este artigo é um relato da conferência anual da IATUL realizada em junho de 2014 na cidade de Espoo, Finlândia. Apresenta uma síntese da fala das principais palestras e atividades propostas no evento. As principais temáticas que permearam a conferência foram segurança da informação, acesso aberto, design de serviços, cientometria, competência informacional e bibliometria, as quais foram tratadas no contexto das bibliotecas universitárias.

Palavras-chave: Bibliotecas Universitarias. Acesso aberto. Design de serviços. Cientometria.

Da altmetria à análise de citações: uma análise da revista Datagramazero

ARAÚJO, Ronaldo Ferreira de. Da altmetria à análise de citações: uma análise da revista Datagramazero. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1, fev. 2015. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/fev15/Art_01.htm>. Acesso em: 31 maio 2015.

Resumo
O artigo reflete sobre os impactos e possíveis relações entre dados altmétricos e citações e contribui com a discussão tendo como análise empírica a Revista DataGramaZero. Os dados altmétricos foram levantados por meio de parametrizações de APIs (Facebook e Twitter); e para a coleta das citações recorreu-se ao Publish or Perish com dados do Google.Scholar. O universo de 441 artigos forneceu para a análise 1.164 dados altmétricos e 1.932 citações. Identificou-se que 47,85% dos artigos receberam 1 ou mais menções e que 36,73% deles obtiveram 1 ou mais citações. Artigos antigos possuem maior índice de citações e artigos recentes possuem mais dados altmétricos. Não se pode afirmar haver uma relação direta e proporcional entre as métricas, mas foi verificado que os artigos com dados altmétricos concentram 61,34% do total das citações recebidas.

Palavras-chave: Altmetria; Citação; Comunicação Científica; Revista DataGramaZero.

Análise de referências utilizadas por pesquisadores na revista Gestão & Produção

ANDRADE, Fabiana Souza de; JUNG, Carlos Fernando. Análise de referências utilizadas por pesquisadores na revista Gestão & Produção. Transinformação, Campinas, v. 25, n. 1, p. 19-25, jan./abr., 2013. Disponível em: <http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/1784/1700>. Acesso em: 30 dez. 2014.

Resumo
Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa e estratégia documental, que teve a finalidade de efetuar uma análise das referências listadas nos artigos das publicações regulares da revista “Gestão & Produção” através da adaptação dos conceitos da bibliometria. Considerando o objetivo da pesquisa, executou-se a análise das listas de referências, especificando-se: 1) como sujeitos investigados os documentos referenciados nos artigos, 2) como variáveis os elementos determinísticos obtidos através da análise de referências e 3) como tipo de recurso a pesquisa bibliográfica. Com base nesses parâmetros, analisaram-se os documentos utilizados no embasamento teórico dos artigos através da identificação, do mapeamento e da apuração quantitativa: a) dos itens listados em cada trabalho; b) da vida média da literatura; c) do idioma; d) da frequência de uso das referências e; e) da frente de pesquisa. Como resultado, identificaram-se os principais aspectos das fontes de pesquisas que fundamentam os trabalhos em Engenharia de Produção e suas subáreas.
 

Palavras-chave: Análise bibliométrica. Análise quantitativa. Estudo métrico. Produção científica. Referências.

Informação tecnológica: mapeando documentos de patentes e organizações atuantes no desenvolvimento de instrumentação agropecuária

BESSI, Nayara Cristini; MILANEZ, Douglas Henrique; AMARAL, Roniberto Morato do; FARIA, Leandro Innocentini Lopes de. Informação tecnológica: mapeando documentos de patentes e organizações atuantes no desenvolvimento de instrumentação agropecuária. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 4, n. 1, p. 107-128, jan./jun. 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v4i1p107-128>. Acesso em: 04 ago. 2014.

Resumo:
A cadeia produtiva do agronegócio tem um papel preponderante para o desenvolvimento socioeconômico dos países, principalmente do Brasil. Neste contexto, o avanço tecnológico em instrumentação agropecuária tem afetado significativamente a produtividade destas atividades tornando o campo cada vez mais competitivo. Atualmente não há como discorrer sobre competitividade sem tratar de informações externas comparativas que permitam organizações conhecerem e compararem seus níveis de desenvolvimento e excelência. Com o intuito de fornecer informações tecnológicas competitivas e comparativas para organizações interessadas, o objetivo deste trabalho foi mapear as principais organizações globais atuantes no desenvolvimento de tecnologias em instrumentação agropecuária, suas áreas tecnológicas de maior interesse, os principais usos de suas tecnologias e seus mercados de atuação por meio de indicadores bibliométricos. Para tanto, foram utilizados 399.585 documentos de patentes indexados na base de dados Derwent Innovations Index no período de 2007 a 2011. A elaboração dos indicadores aliou as funcionalidades de bases de dados e software bibliométrico, a fim de lidar com o grande volume de dados encontrado. Considerando os principais patenteadores mapeados, houve um equilíbrio entre universidades e empresas e as principais áreas tecnológicas de interesse identificadas estavam relacionadas à colheita, segadura, análise e investigação de materiais. Os principais usos das patentes foram referentes aos processos de replantio, colheita, alimentação e pesca. Os mercados de destaque foram a China e os Estados Unidos, seguido da Coréia do sul e do Japão.

Palavras-chave: Informação Tecnológica; Bibliometria; Mapeamento de Organizações; Informação Competitiva.

O uso do método Estudo de Caso na Ciência da Informação no Brasil

NASCIMENTO, Aline Vieira do; CRUZ, Emilia Barroso; TERRA, Letícia Labati; SILVA, Marina Ramalho e. O uso do método Estudo de Caso na Ciência da Informação no Brasil. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto, v. 4, n. 1, p. 49-69, jan./jun. 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v4i1p49-69>. Acesso em: 04 ago. 2014.

Resumo:
O presente artigo apresenta e reflete sobre a origem, definições e características do método Estudo de Caso. Observa os limites do Estudo de Caso como método de pesquisa. Apresenta sua aplicabilidade em pesquisas científicas da área da Ciência da Informação no Brasil, com a análise de treze periódicos recomendados pela ANCIB. Demonstra a aplicação do método em cinco artigos publicados no período de 2007 a 2011. Conclui que o Estudo de Caso se aplicado corretamente pode contribuir como método e ajudar a ampliar as pesquisas em Ciência da Informação no Brasil.

Palavras-chave: Estudo de Caso; Ciência da Informação; Pesquisa Qualitativa.

 

Saúde da população negra: estudo bibliométrico em artigos, teses e dissertações digitais nacionais

SANTOS, Marco Antonio dos; VIEIRA, Ricardo Quintão; CAVERNI, Leila Maria Rissi. Saúde da população negra: estudo bibliométrico em artigos, teses e dissertações digitais nacionais. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.19, n.1, p. 13-22, jan./jun., 2014. Disponível em: <http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/935/pdf_83 >. Acesso em: 12 maio 2014.

Resumo
O artigo tem como objetivo identificar a produção científica sobre a Saúde da População Negra em artigos, teses e dissertações digitais brasileiras. Por meio de um estudo bibliométrico sobre duas bases digitais. Os documentos foram analisados por título de periódico, avaliação Qualis, titulação acadêmica, ano de publicação, local de estudo/autor, palavra-chave e programa de pós-graduação (no caso das teses e dissertações). O resultado das buscas obteve 65 artigos, 18 dissertações e 15 teses, de 1974 a 2010. Na avaliação Qualis A1 e A2, as áreas humanas destacaram-se. Em todas as regiões o quantitativo de documentos foi proporcional ao número de programas de pós-graduação. Conclui-se que houve baixa correspondência das temáticas com as ações propostas pelo Ministério da Saúde.

Palavras-chave: Teses Eletrônicas; Dissertações Acadêmicas.

Produção científica de bolsistas pesquisa em Ciência da Informação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – um estudo com artigos de periódicos

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; GRACIO, Maria Cláudia Cabrini; MATOS, Daniela Fernanda de Oliveira. Produção científica de bolsistas pesquisa em Ciência da Informação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – um estudo com artigos de periódicos. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, abr. 2014. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/abr14/Art_05.htm>. Acesso em: 16 jun. 2014.

Resumo
Considerando o crescimento da produção científica brasileira na área de Ciência da Informação, notadamente na última década, e tendo em vista que o grupo de pesquisadores bolsistas de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) de uma área do conhecimento constitui espaço privilegiado que concentra o pensamento da área no país e expressa correntes teóricas e pensamentos acerca da história e atuação da Ciência da Informação, bem como sua relação com a sociedade brasileira, analisa-se a produção científica, em publicações periódicas, dos bolsistas Produtividade em Pesquisa do CNPq, categorias 1 e senior, na referida área, no período de 2001 a 2010. Para tanto, analisa-se a dispersão bibliográfica e o grau de internacionalização da produção científica, assim como nível Qualis dos veículos de publicação, no intuito de identificar os periódicos nucleares na área de Ciência da Informação, na socialização das pesquisas dos bolsistas PQ categoria 1, bem como o grau de colaboração científica desses pesquisadores. Os resultados demonstram uma produção média de 14,6 artigos por pesquisador para o período (aproximando-se de 1,5 artigos por ano), publicados em 63 títulos distintos de periódicos, sendo 60% situados nas faixas de A1 a B2 do Qualis. Destaca-se uma forte preponderância da revista DataGramaZero, considerando que foi utilizada pela quase totalidade dos bolsistas PQ em estudo e disseminou 22,1% do total de artigos. A presença de revistas estrangeiras pode ainda ser considerada tímida (12,2% dos artigos) e ainda mais restrita ao ambiente ibero-americano, sem uma inserção mais específica no mundo anglo-saxônico. Em termos de autoria, observa-se um equilíbrio entre a autoria individual e a colaboração interinstitucional de pesquisadores. Os resultados permitem concluir que esse grupo constitui um extrato cientificamente produtivo e maduro, com bom grau de interlocução científica, mas ainda carecendo de maior inserção internacional.

Palavras-chave: Produção científica; Colaboração científica; Bolsistas de Produtividade em Pesquisa do CNPq .

Red social de co-autoria de los servicios bibliotecarios en la WOS

CUESTA RODRÍGUEZ, Floriselda; CABRERA MORALES, Idalmis Maria; CANO INCLÁN, Anisley. Red social de co-autoria de los servicios bibliotecarios en la WOS.
Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 3, p. 337-348, set./dez. 2011. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/1883/1434>. Acesso em: 7 out. 2013.

Resumen
Se analiza la producción científica del tema Servicios Bibliotecarios existente en el Web of Science (WoS) durante el período del 2000-2008. A estos artículos se le realiza un análisis sobre la producción científica por años, títulos de revistas y autores. Se efectúa un estudio de co-autoría para posteriormente representarlo en una red social, en lo que se exponen los resultados a través de herramientas de visualización de la información que facilitan la comparación y la organización de la información. Se arriba a conclusiones recomendaciones sobre el tema.

Palabras clave: Servicios bibliotecarios. Bibliometría. Red social.

Estudo dos elementos de pesquisa das teses de doutorado em ciência da informação do convênio Ibict/UFRJ-ECO

MENDONÇA, Ercilia Severina. Estudo dos elementos de pesquisa das teses de doutorado em ciência da informação do convênio Ibict/UFRJ-ECO. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 3, p. 396-412, out./dez. 2011. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/2035/1437>. Acesso em: 11 out. 2013.

Resumo
O artigo mostra o resultado do estudo realizado nas 57 teses de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do convênio Ibict/UFRJ-ECO. Dentre os elementos pesquisados estão: as disciplinas, os objetos de pesquisa, as tipologias, as áreas de conhecimento, as linhas de pesquisa, o corpo docente, o corpo discente, as citações. Esses elementos formaram um rico mosaico de pesquisa para se compreender a primeira fase de produção de conhecimento da ciência da informação no Brasil.

Palavras-chave: Ciência da informação. Objeto de pesquisa. Área de conhecimento. Linha de pesquisa. Corpo docente. Corpo discente.

Autoria da produção científica e tecnológica dos grupos de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

PERUCCHI, Valmira; GARCIA, Joana Coeli Ribeiro. Autoria da produção científica e tecnológica dos grupos de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 2, p. 244-255, maio/ago. 2011. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/1888/1423>. Acesso em: 1 set. 2013.

Resumo
Os grupos de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) têm o desenvolvimento científico e tecnológico como atividade fim, e se propõem a realizar pesquisa aplicada para potencializar o conhecimento. Este artigo apresenta indicadores de autoria da produção científica e tecnológica do IFPB. O tema é relevante para a ciência da informação como área que estuda as dinâmicas de geração, coleta, organização, armazenamento, recuperação, interpretação, transmissão, transformação e utilização da informação, e a relação que existe entre informação e conhecimento. O objeto de estudo são os 23 grupos de pesquisa do IFPB, cujos dados foram coletados a partir dos currículos na Plataforma Lattes, no período 1994/2008, e classificados de 1 a 23. O resultado apresenta 472 autorias individuais e 2.316 coletivas para a produção científica, e 348 autorias individuais e 164 coletivas, para a tecnológica. Tais indicadores justificam as atividades para implementar estratégias visando à renovação das pesquisas e à expansão dos grupos.

Palavras-chave: Autoria de produção científica. Autoria de produção tecnológica. Grupos de Pesquisa do IFPB.

La colaboración de los autores en la literatura producida sobre la Ley de Lotka

URBIZAGASTEGUI, Ruben Alvarado. La colaboración de los autores en la literatura producida sobre la Ley de Lotka. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 2, p. 266-279, maio/ago. 2011. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/1950/1425>. Acesso em: 17 set. 2013.

Resumen
Analiza la colaboración de los autores en la literatura publicada desde 1922 hasta junio del 2010 sobre la “Ley de Lotka”. Fueron identificadas 651 documentos producidos por 728 autores diferentes. Se encontró que el 53.3% de los documentos fueron producidos por autores únicos y 46.7% de los documentos fueron producidos en colaboración por dos o más autores. Esa colaboración es analizada con el índice de colaboración (IC), el grado de colaboración (GC) y el coeficiente de colaboración (CC). Se demuestra que existe un comportamiento de colaboración entre los científicos que investigan sobre la productividad científica de los autores. Esta colaboración se inicia a mediados de la década de los 60s y desde entonces está en pleno crecimiento. Este crecimiento es ratificado por los tres índices estudiados.

Palabras clave: Colaboración científica. Ley de Lotka. Índice de colaboración. Grado de colaboración. Coeficiente de colaboración. Bibliometría. Cienciometría. Informetría

Periódicos em ciências agrárias: análise bibliométrica utilizando o Article Influence Score do Institute for Scientific Information

GIBROWSK, Cristina. Periódicos em ciências agrárias: análise bibliométrica utilizando o Article Influence Score do Institute for Scientific Information. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 2, p. 229-243, maio/ago. 2011. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/1893/1422>. Acesso em: 1 set. 2013.

Resumo
O artigo apresenta uma análise bibliométrica realizada em ciências agrárias nas subdivisões agronomia, agronomia multidisciplinar, agronomia política e econômica, ciência do solo, engenharia agrícola e horticultura. Utiliza o Article Influence Score do Institute for Scientific Information publicado no Journal Citation Reports em 2009, como parâmetro para definir os títulos mais importantes, com o objetivo de identificar quais revistas não tiveram continuidade de assinaturas na passagem da coleção dos acervos impressos das Instituições de ensino superior para o formato eletrônico do Portal de Periódicos da Capes. Apresenta-se metodologia descritiva com abordagem quantitativa. Analisam-se 152 periódicos e verificam-se as informações pelo site do Catálogo Coletivo Nacional (CCN) e do Portal de Periódicos quanto à presença ou ausência nos acervos. Verifica-se que 50% dos títulos constam tanto no CCN como no Portal, 20% somente no Portal, 25% somente no CCN e 5% estão ausentes nos dois locais. Relata-se que 5 títulos dos 152 analisados apresentaram influência acima da média e estão presentes tanto no CCN quanto no Portal, e que 139 títulos presentes no CCN e/ou Portal registraram influência abaixo da média. Conclui-se listando os 5 títulos de periódicos mais influentes.

Palavras-chave: Ciência da informação. Fator de influência. Análise bibliométria. Avaliação de periódicos. Ciências agrárias.

Revistas Internacionais para a área de Ciência da Informação: outra visão além do sistema Qualis/Capes

PINTO, Adilson Luiz; FAUSTO, Sibele. Revistas Internacionais para a área de Ciência da Informação: outra visão além do sistema Qualis/Capes. Informação & Informação, Londrina, v. 17, n. 3, p. 23-48, set./dez., 2012. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/8895/pdf>. Acesso em: 13 jul., 2013.

Introdução: Estudo da presença das revistas da lista Qualis/Capes representadas internacionalmente para a área da Ciência da Informação, contrastada com as revistas presentes na base de dados Web of Science e em outras fontes informacionais (LISA, Library Literature & Information e Ulrich´s International Periodicals Directory).
Objetivo: Averiguar a coerência da lista de títulos estrangeiros e de editoriais internacionais da área de Biblioteconomia e Ciência da Informação no sistema Qualis/Capes.
Metodologia: Pesquisa exploratória, descritiva e quantitativa da produtividade científica dos docentes dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação e Biblioteconomia no período de 1995/2004, cujos dados obtidos foram sistematizados e gerados em forma de tabelas e mapas de relações. Também foram trabalhadas as informações nas versões anteriores da listagem Qualis/Capes, verificando a evolução e possíveis inadequações na presença de certas revistas e outras não.
Resultados: Como principais resultados, constatamos que poucas revistas da listagem Qualis/Capes fazem parte da Web of Science (referência mundial em revistas científicas), indicando a possibilidade dessa listagem ser influenciada por outras áreas das Ciências Sociais Aplicadas, em desconsideração à Ciência da Informação, uma vez que há um escopo muito restrito para essa área em visibilidade internacional, neste modelo.
Conclusão: Os resultados indicam que a Ciência da Informação é a área mais próspera em estudos científicos dentro das áreas de Ciências Sociais Aplicadas I e sua qualificação inferior é injusta, uma vez que a listagem Qualis/Capes dessa área é sujeita a grande interferência de outras áreas.

Palavras-chave: Revistas científicas internacionais. Listagem Qualis/Capes. Web of science.

Colaboração entre Programas de Pós-Graduação Brasileiros em Ciência da Informação: modelagem baseada em grafos

SILVA, Alisson de Oliveira; FRANÇA, André Luiz Dias de; BELLINI, Carlo Gabriel Porto; DIAS, Guilherme Ataíde; SILVA, Patrícia Maria da; ARAÚJO, Wagner Junqueira de. Colaboração entre Programas de Pós-Graduação Brasileiros em Ciência da Informação: modelagem baseada em grafos. Informação & Informação, Londrina, v. 17, n. 3, p. 1-22, set./dez., 2012. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/8814/pdf>. Acesso em: 13 jul., 2013.

Resumo
Introdução: Apresenta resultados preliminares de uma pesquisa que investiga as relações de colaboração entre programas de pós-graduação brasileiros na área da Ciência da Informação a partir da perspectiva das redes sociais. A utilização de software de informetria e teoria dos grafos torna possível visualizar e calcular métricas associadas aos atores que integram redes sociais.
Objetivo: Identificar as relações de colaboração acadêmica entre programas de pósgraduação stricto sensu brasileiros na área da Ciência da Informação por meio da modelagem de grafos e análise da rede social associada. 
Metodologia: Pesquisa de caráter quantitativo. Os dados foram obtidos a partir dos currículos Lattes dos pesquisadores vinculados aos programas em foco entre os anos de 2007 e 2009, e a análise deu-se a partir da modelagem de um grafo.
Resultados: O grafo relacionado à rede de coautorias entre os programas de pósgraduação em Ciência da Informação considerados indica que, no período de 2007 a 2009, não foi construído um cenário em que houvesse coautorias entre todos os programas, nem relações de coautorias compatíveis com o volume de pesquisa desenvolvido pelos pesquisadores dos programas em foco. Constatou-se que não há colaboração efetiva entre todos os programas brasileiros na área da Ciência da Informação.
Conclusões: Pretende-se repetir esta pesquisa com os programas de pós-graduação em Ciência da Informação no período de avaliação de 2010 a 2012, de modo a incluir os programas situados no Rio de Janeiro e o recente programa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), bem como para atualizar as percepções a respeito da colaboração existente.
Palavras-chave: Grafos. Redes sociais. Colaboração acadêmica. Ciência da informação. Pós-graduação stricto sensu.

Análise de citações na área de comunicação e informação: o caso de um programa de pós-graduação

NUNEZ, Zizil Arledi Glienke; MOURA, Ana Maria Mielniczuk de. Análise de citações na área de comunicação e informação: o caso de um programa de pós-graduação. Rev. digit. bibliotecon. cienc. Inf, Campinas, v.11, n.2, p.40-60, maio/ago. 2013. Disponível em: < http://polaris.bc.unicamp.br/seer/ojs/index.php/rbci/article/view/3862 >. Acesso em: 02 jun. 2013.

Resumo:
O presente estudo bibliométrico analisa o uso das teses e dissertações do PPGCOM/UFRGS pelo meio científico. O objetivo do trabalho é verificar se os trabalhos relacionados são citados e em quais circunstâncias, realizando uma análise de citações, além de observar a existência de redes de citações. A partir da coleta nos buscadores Google e Google Acadêmico, fez-se o tratamento dos dados no software BrOffice Calc, para a geração dos gráficos e também das matrizes para análise dos mapas de redes de citação. Constatou que a área da Comunicação é a que possui maior número de trabalhos e citações nos últimos anos. Os trabalhos foram mais citados por doutores e a instituição que mais interage com estes trabalhos é a própria UFRGS. As redes identificadas se constituem em maior parte por autores regionais, com alguma exceções. Através dos resultados verifica-se que as teses e dissertações deste PPG estão sendo utilizadas em âmbito nacional.

Palavras-chave: Análise de Citações; Análise de Redes Sociais; Bibliometria; PPGCOM; UFRGS.

Produtividade dos autores em ceratocone: estudo longitudinal em artigos indexados no SciELO Brasil (2001-2010)

MACHADO, Raymundo das Neves. Produtividade dos autores em ceratocone: estudo longitudinal em artigos indexados no SciELO Brasil (2001-2010). Rev. digit. bibliotecon. cienc. Inf, Campinas, v.11, n.1, p.1-20, jan./abr. 2013. Disponível em: < http://polaris.bc.unicamp.br/seer/ojs/index.php/rbci/article/view/558 >. Acesso em: 02 jun. 2013.

Resumo:
Estudo de natureza exploratória, de caráter longitudinal, dos artigos indexados pelo SciELO Brasil, no período de 2001 a 2010, na temática ceratocone que significa uma anomalia na natureza da córnea. O método utilizado foi quantitativo-descritivo, em nível micro, tendo como material de análise os artigos indexados no SciELO (2001-2010), totalizando 49 unidades de análise, publicados em três periódicos. Foram contabilizando 163 autores distribuídos em 207 autorias. Os indicadores bibliométricos levantados evidencia alta taxa de colaboração (97,96%) entre os autores, sendo que o ano de 2007 foi ápice da produção registrada. A produção apresentor variação em torno de 3 a 10 artigos/ano e de 1 a 7 autores/artigo. A classificação geográfica dos autores concentra-se em quatro regiões do Brasil (Centro-Oeste, Nordeste, Sudeste e Sul), com destaque para a região Sudeste com 76,78% dos pesquisadores. Pelas análises métricas não há grandes produtores no período em tela e a microestrutura da rede de coautoria apresentou uma densidade fraca com pouca conexão entre os autores, entretanto há possiblidades de novos agrupamentos de coautorias e consequentemente o aumento da produção cientifica.

Palavras-chave: Produção cientifica-Ceratocone. Indicadores bibliométricos. Análise de redes sociais. Bibliometria

A bibliometria e a gestão da informação e do conhecimento científico e tecnológico: uma revisão da literatura

GUEDES, Vania Lisboa da Silveira. A bibliometria e a gestão da informação e do conhecimento científico e tecnológico: uma revisão da literatura. Ponto de Acesso, Salvador, v. 6, n. 2, p. 74-109, ago. 2012. Disponível em: <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/5695>. Acesso em: 31 maio 2013.

Resumo:
Este estudo aborda o campo da Bibliometria salientando sobretudo a aplicação das leis e princípios bibliométricos na gestão da informação e do conhecimento científico e tecnológico. O objetivo principal é apresentar uma breve revisão da literatura sobre Bibliometria, distinguindo a utilização dos indicadores bibliométricos como instrumentos matemáticos e estatísticos básicos de organização, gestão e difusão da informação e do conhecimento, como também elementos chave para o desenvolvimento de sistemas mais precisos, econômicos e cientificamente constituídos. Inicialmente, é traçado um pequeno histórico da Bibliometria. Dando sequência, diferentes Metrias como a Cientometria, a Informetria e a Webmetria são apresentadas, apontando a distinção conceitual entre esses domínios do conhecimento e seus campos de aplicação. A seguir, são citados autores que se destacaram no estudo e na enunciação das leis e princípios da Bibliometria, com especial ênfase às abordagens teóricas e descritivas às leis e princípios bibliométricos como ferramentas empíricas utilizadas na quantificação dos processos de comunicação científica. Finalmente, conclui-se evidenciando a importância da Bibliometria para a gestão dos sistemas de recuperação da informação, no âmbito dos sistemas de comunicação e de avaliação científica e tecnológica.

Palavras-chave: Bibliometria; Gestão da Informação; Gestão do Conhecimento; Sistemas de Recuperação da Informação; Informação Científica e Tecnológica.

A macro-level study of science in Brazil: seven years later

LETA, Jacqueline; THIJS, Bart; GLÄNZEL, Wolfgang. A macro-level study of science in Brazil: seven years later. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, Florianopólis, v.18, n.36, p.51-66, jan./abr.. 2013. Disponível em: < http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2013v18n36p51 >. Acesso em: 27 maio 2013.

Resumo:
Following earlier studies by the authors published in 2006, the evolution of publication activity and citation impact in Brazil is studied for more recent years up to 2011. Similarly to these studies, an analysis of publication and citation patterns and of national publication profiles is conducted to make it possible to compare recent trends with patterns found earlier. An attempt is made to find also statistical evidences of the relation between international co-authorship and both research profile and citation impact in the Latin American region. The authors compare their results with finding from other bibliometric studies of BRICS and N-11 countries. The enormous growth of Brazilian publication output forms the largest potential reaching far beyond the Latin American world region.

Palavras-chave: Brazilian Scienc; Scientometrics; Citations; Publications.

Trajetória do Programa de Iniciação Científica da UFSC no período de 1990 a 2010

COSTA, Airton et al.. Trajetória do Programa de Iniciação Científica da UFSC no período de 1990 a 2010. Inf. & Soc.:Est., João Pessoa, v.22, n.3, p.103-111, set./dez.. 2012. Disponível em: < http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/12225 >. Acesso em: 27 maio 2013.

Resumo:
Analisa a eficiência do Programa de Iniciação Científica da Universidade Federal de Santa catarina (UFSC) e o desempenho do professor orientador no processo de formação de pesquisadores. A equipe de pesquisa foi formada por bolsistas e orientadores (PIBIC) nas áreas de Administração, Ciências Contábeis, Economia, Direito e Engenharia de Produção (cursos de: Engenharia de Produção Civil, Engenharia de Produção Mecânica e Engenharia de Produção Elétrica) no período de 1990 a 2010. Buscou-se na Plataforma Lattes do CNPq o currículo dos egressos para: identificar características da formação acadêmica e do progresso através da continuidade acadêmica dos egressos das bolsas de iniciação científica. Os resultados mostram quais os cursos com maior número de bolsistas e sinalizam que um número significativo de egressos continuaram a vida acadêmica (Mestrado, Doutorado, Pós-Doutorado). No que diz respeito ao desempenho dos orientadores de iniciação científica, cerca da metade dos docentes fizeram parte da preparação dos bolsistas para a Pós-Graduação, ou seja, orientaram alunos que hoje possuem titulação acadêmica(Mestre, Doutor).

Palavras-chave: Graduação – Formação de pesquisadores. CNPq – Programa de Iniciação científica. CNPq – Currículo Lattes. UFPB – Programa de Iniciação científica.

A contribuição de Tefko Saracevic para a Ciência da Informação no Brasil

PINHEIRO, Alejandro de Campos; SILVA, Gislene Rodrigues da; ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. A contribuição de Tefko Saracevic para a Ciência da Informação no Brasil. Múltiplos olhares em Ciência da Informação, Minas Gerais, v. 1, n. 2, out., 2011. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/moci/article/view/1247/1037>. Acesso em: 23 maio 2013.

Resumo:
O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que buscou ver o impacto de Tefko Saracevic na produção científica brasileira em Ciência da Informação. Buscaram-se referências ao autor em todos os artigos publicados em sete periódicos nacionais, entre os anos de 2003 e 2007. Saracevic é citado em 53 dos 872 artigos analisados. Essas referências foram analisadas buscando-se identificar a freqüência de cada uma das obras do autor citadas, ano, idioma, natureza e casos de co-autoria. Os artigos citantes foram analisados em termos de temática e procedência institucional dos autores. Por fim, analisou-se a importância das citações ao autor para as discussões empreendidas nos artigos citantes. Entre os resultados encontrados destacam-se: a obra mais citada, “Ciência da informação: origem, evolução e relações”, teve 33 referências; a maior contribuição do autor se dá no âmbito da teoria sistêmica; a instituição brasileira que mais o cita é a UFMG; e o tipo de citação mais comum é a confirmativa.

Palavras-chave: Tefko Saracevic. Pesquisa brasileira em Ciência da Informação. Bibliometria.

A construção do conhecimento sobre governança corporativa: uma análise bibliométrica

LOPES, Elaine Cristina; VALENTIM, Marta Lígia Pomim; OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri de; GRÁCIO, Maria Claudia Cabrini. A construção do conhecimento sobre governança corporativa: uma análise bibliométrica. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, abr. 2013. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/abr13/Art_05.htm>. Acesso em: 22 maio 2013.

Resumo
Este artigo apresenta um levantamento da produção científica sobre a temática governança corporativa que representa um conjunto de mecanismos aplicados em empresas e que estabelecem parâmetros para o relacionamento entre acionistas majoritários e demais partes que possuam interesses nessas empresas. As pesquisas sobre o tema não são ainda muito comuns a todas as Ciências, sendo que grande parte das pesquisas se concentram no campo da Administração, Economia e Contabilidade. Desse modo, acredita-se que a apresentação de informações sobre os principais autores utilizados em pesquisas acadêmicas possam contribuir com o desenvolvimento de pesquisas sobre o tema. Desse modo, optou-se pela realização de pesquisa utilizando-se a análise bibliométrica das teses e dissertações disponibilizadas nas bibliotecas digitais da Universidade Estadual Paulista, Universidade Estadual de Campinas e Universidade de São Paulo. Por meio dos dados coletados, a partir dos indicadores bibliométricos identificaram-se os autores mais citados, suas procedências e áreas temáticas e construiu-se a rede de cocitação.

Palavras-Chave: Governança corporativa; Bibliometria; Análise bibliométrica; Análise de citação; Cocitação; Produção científica.

Análise sobre a (não) relação entre a Arquivologia e os estudos bibliométricos e quantitativos

SANTOS JUNIOR, Roberto Lopes dos. Análise sobre a (não) relação entre a Arquivologia e os estudos bibliométricos e quantitativos. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, abr. 2013. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/abr13/Art_07.htm>. Acesso em: 22 maio 2013.

Resumo
Estudo e análise identificando de que forma a disciplina arquivística utilizou-se de conceitos ligados ao estudo de metrias (Bibliometria, Cientometria, Informetria e Webometria), ou a outros tipos de analises quantitativas, em seu escopo teórico e prático. Essa pesquisa baseia-se em um levantamento bibliográfico de diferentes periódicos ligados a Arquivologia e ciência da informação, no período entre 1972 e 2011; da revisão de literatura de artigos e trabalhos que fizeram aproximações entre a Arquivística e esses tipos de estudos, e, de caráter complementar, análise de outras pesquisas (congressos e livros), que de alguma forma complementam essa discussão. Preliminarmente percebe-se que a produção acerca do tema pela arquivística encontra-se bastante limitada e reduzida, onde foram localizados apenas nove artigos em periódicos, duas comunicações em congressos e um livro utilizando ou discutindo esses métodos em seu escopo. Por outro lado, foi identificado também que a relação não é totalmente inexistente, onde foram localizados trabalhos que conseguem utilizar elementos quantitativos ou bibliométricos para analisar diferentes aspectos da área.

Palavras chave: Arquivologia; Bibliometria; Estudos quantitativos.

Indicadores de produção dos grupos de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

PERUCCHI, Valmira; GARCIA, Joana Coeli Ribeiro. Indicadores de produção dos grupos de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 51-65, jan. /jun. . 2012. Disponível em: <http://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/193>. Acesso em: 07 abr. 2013.

Resumo:
O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) é parte do sistema educacional brasileiro, cuja atividade fim é o desenvolvimento científico e tecnológico. Propõe-se a realizar pesquisas aplicadas, e nesse sentido seus recursos humanos são organizados em grupos, para desenvolver atividades de pesquisa e potencializar o conhecimento. Esta pesquisa teve como objeto de estudo os 23 grupos de pesquisa do IFPB, criados a partir de 1994, e sistematiza os indicadores de sua produção. Os dados foram coletados dos currículos, disponíveis na Plataforma Lattes, no período de 1994 a2008, e apresentados por grupos classificados de 1 a23, sequenciados pelo ano de formação. A produção dos grupos apresenta indicadores significativos, com participação expressiva dos estudantes; com um total de 2.140 publicações em anais e 536 artigos em periódicos. Essasmídias são as mais utilizadas para disseminar o conhecimento científico e os resultados tecnológicos. Há 32softwares, 5 produtos tecnológicos e 13 processos ou técnicas sem registro ou patente. Os projetos de pesquisa dos grupos resultaram em 6  projetos cancelados, 106 concluídos e 108 em andamento pelos quais, os grupos conseguiram parcerias e financiamentos de agências de renome, comprovando a relevância das pesquisas. Esses indicadores justificam as atividades dos grupos de pesquisa para o IFPB formular, acompanhar e avaliar as políticas de pesquisa, para que estratégias sejam implementadas, visando à renovação das pesquisas e à expansão da quantidade dos grupos de pesquisa, motivando, inclusive, o financiamento pelas agências públicas de fomento.

Palavras-chave: Grupos de pesquisa do IFPB; Indicadores de produção em ciência & tecnologia.

Análise das informações étnicorraciais a partir dos estudos métricos da biblioteconomia: um olhar cienciométrico

VALÉRIO, Erinaldo Dias. Análise das informações étnicorraciais a partir dos estudos métricos da biblioteconomia: um olhar cienciométrico. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 18, n. 1, p. 814-828, jan./jun., 2013. Disponível em: <http://www.revista.acbsc.org.br/racb/article/view/852/pdf>. Acesso em: 20 mar. 2013.

Resumo
Este texto objetiva investigar a partir dos indicadores dos estudos afrodescendentes o que tem sido disseminado nos programas de pós-graduação em Ciência da Informação e seu diálogo com a sociedade. Estabelece como metodologia a cienciometria, tendo como objeto de estudo as dissertações produzidas nos programas de pós-graduação em CI, na região Nordeste. Apresenta, a partir da análise, que poucos são os trabalhos que tratam de questões raciais, com ênfase na população negra. A partir da reflexão pode-se concluir que muitos dão maior ênfase aos temas universais, provocando um distanciamento das temáticas que dizem respeito à população afrodescendente.

Palavras-chave: Ciência da Informação; Cienciometria; Produção Científica; Estudos afrodescendentes

Artigos separados por assunto

Aplicações de informação Arquitetura de informação Automação de bibliotecas Bases de dados Bibliometria / Informetria/ Cientometria / Webmetria Biblioteca escolar Bibliotecas Virtuais e Digitais Biblioteconomia Biblioterapia Catalogação Classificação Competência informacional Comportamento informacional Comunicação científica Comunicação mediada por computador Desenvolvimento de coleções Disseminação da informação Divulgação científica Economia da informação Educação à distância Epistemologia da Ciência da Informação Estudos de necessidades e usos de informação Estudos de usuários Estudos Interdisciplinares Fontes de informação Formação Profissional Fundamentos da Ciência da Informação Gestão da Informação Gestão de Qualidade de Informação Gestão do Conhecimento História da Ciência da Informação Inclusão digital Indexação Informação científica Informação em arquivos Informação em Arte Informação em bibliotecas Informação em museus Informação industrial Informação tecnológica Inteligência Competitiva Internet Internet/Web Leitura Marketing de informação Mediação da informação Metadados Metodologias da Ciência da Informação Mineração de dados Obras Raras Ontologia Organização do Conhecimento Organização e Processamento da Informação Políticas de informação Preservação e Segurança digital Processamento automático de linguagem Redes e Sistemas de informação Repositórios institucionais Representação da Informação Sistemas de recuperação da informação Tecnologias da Informação Teoria da Informação Tesauros Transferência de Informação Visualização da informação Vocabulários controlados Ética da informação Ética na informação

Arquivos